ESTE BLOG SERÁ UM CANAL DE EVANGELIZAÇÃO PARA TODOS OS POVOS .

QUE POSSAMOS AJUDAR A QUEM PRECISA COM NOSSAS PALAVRAS DE CONFORTO, DE TESTEMUNHO E DE FÉ. QUE O SENHOR ABENÇOE RICAMANTE CADA UM DE VOCÊS QUE ACESSAR SE TORNAR SEGUIDOR. PAZ DO SENHOR A TODOS!

E POR MIM TAMBÉM!

E POR MIM TAMBÉM!

LEMBRAR SEMPRE!

LEMBRAR SEMPRE!

Ouça o que DEUS quer te dizer!


ALIMENTE-SE COM ESTA PALAVRA

ALIMENTE-SE COM ESTA PALAVRA

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Como agradar ao Senhor antes do Arrebatamento
Antes de partir para junto do Pai, o Senhor Jesus disse:” Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar, e quando eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também ”.(João 14.1-3). Disse também ” e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. (Mateus 24.20) mas antes tinha pedido aos seus discípulos “ide, fazei discípulos de todas as nações, baptizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado;” (Mateus 28.16-19) e por fim próximo da ascensão Jesus declarou ” Assim está escrito que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressurgisse dentre os mortos; e que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados, a todas as nações, começando por Jerusalém. Vós sois testemunhas destas coisas. (Lucas 24.46-48).

Numa primeira observação aos ditos do amado Salvador constatamos o desejo que os seus discípulos sejam pacientes, tranquilos e pacíficos dando-nos a promessa de estar connosco todos os dias voltando para nos levar para junto de si. No entanto enquanto isso não acontece a sua vontade é que sejamos testemunhas das coisas que Ele fez por nós e em nós.
A Palavra de Deus ensina a “ ser firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é em vão no Senhor " I Coríntios 15:58.
Perante este verso poderemos questionar: “ o que agrada ao nosso Senhor Jesus Cristo? “ A resposta é fácil:  Ser abundante na Sua Obra.
Como pode o crente ser abundante na Obra de Cristo? Que deve fazer? Vou apresentar cinco factores que considero básicos:

1 - Ser firmes na Fé em Cristo.
O crente em Jesus é um homem de fé. Porem algumas vezes as duvidas, os medos e a confusão assaltam o seu espírito. Ora convém confiar plenamente e sem reservas Naquele que tem poder, que nos ama e deu a sua valiosíssima vida na cruz para nos salvar.
Sabendo que sem fé é impossível agradar-Lhe (Hebreus 11.6) sejamos firmes e constantes neste dom especial que Deus nos deu (Efésios 2.8). Vivamos com fé e por fé.

2  Ser firmes no ensino da Palavra de Deus
Vivemos dias de muita confusão religiosa e muitos estão a utilizar mal a sã doutrina. A Palavra de Deus tem sido desautorizada pelos homens e muitos tem-na desprezado.
Para nós a Palavra de Deus é um tesouro e que saboreamos  como o salmista “ A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples. Os preceitos do Senhor são retos, e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e alumia os olhos. O temor do Senhor é limpo, e permanece para sempre; os juízos do Senhor são verdadeiros e inteiramente justos. Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o que goteja dos favos. (Salmo 19).
Assim como sabemos que somos bem-aventurados porque meditamos nela de dia e de noite (salmo1) sejamos firmes e constantes no ensino da verdade e da sã doutrina (I Timóteo 6)

3 - Ser firmes na oração
Através de Jesus - o Mediador Todo-Poderoso, temos comunicação directa com Deus, o criador do Universo. Ele é além de nosso Deus também nosso Pai porque o sacrifício do amado Jesus nos outorgou esta filiação.
Se amamos o nosso Senhor e Salvador Jesus temos prazer Nele e por isso existe também prazer na oração diária. A disposição e vontade de estarmos em contacto constante com Deus permite-nos uma relação de comunhão que se traduz em bênçãos espirituais. Através da oração o crente é fortalecido para realizar os propósitos definidos por Deus para si mas também é motivado para a sua fidelidade á Palavra.
Por isso sejamos sempre firmes e constantes “ Perseverando na oração, velando nela com acções de graças” (Colossenses 4.2)
4  Ser firme e constante amor fraternal.
O inimigo de Deus tem criado inimizades e ódio entre os irmãos, ao ponto de igrejas, que deviam ser uma família se dividirem, demonstrando a falta de amor entre eles.
Existem “crentes” que só tem prazer em dizer mal dos seus irmãos.
O nosso Deus afirma: " Estas seis coisas aborrece o Senhor, e a sétima a sua alma
abomina: olhos altivos, língua mentirosa e mãos que derramam sangue inocente;
coração que maquina pensamentos viciosos ;pés que se apressam a correr para o mal; testemunha que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos "(Prov. 6:16- 19)
A Bíblia diz ainda que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos, porque
haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e a mães, ingratos, profanos, sem afecto natural, irreconciliáveis, caluniadores, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te"( II Tim. 3:1-5)
Por isso todos nós devemos recordar o que agrada ao Senhor Jesus e que Ele proferiu na sua oração ao Pai “E rogo não somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim; para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim, e eu em ti, que também eles sejam um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.” (João 17.20-21).
Ele quer unidade do Corpo e apontou a forma pela qual somos conhecidos dele” Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros.” (João 13.34-35)

5- Ser firme e fiel na obra do Senhor.
A Obra do Senhor é vasta. Ela é realizada por muitos e cada um de nós pode contribuir com o seu testemunho pessoal mostrando suas experiencias com Cristo aos que ainda não pertencem á família de Deus.
A Obra de Deus é dele não nossa, por isso não devemos estar preocupados com aqueles que trabalham de maneira diferente de nós mas nós precisamos de estar firmes e constantemente motivados para a realização da Obra que o Senhor nos tem dado segundo a sua direcção e vontade.
A Salvação de almas não é da nossa responsabilidade directa. Esta responsabilidade é do Espírito Santo que os convence da sua pecaminosidade, no entanto tudo se inicia com a nossa responsabilidade em falar, testemunhar e contribuir para a compreensão do evangelho por aqueles que precisam. Precisamos de ser firmes nesta actividade de falar a tempo e fora de tempo para que almas sejam arrebatadas da perdição eterna. O Senhor se agrada deste trabalho.
Num outro plano, devemos ter prazer na comunhão com os irmãos na fé. Ele se agrada deste testemunho. Também temos prazer na contribuição para engrandecimento do Nome de Deus e de Cristo na localidade e no mundo.
Ser firme e constante nestes princípios agradamos a Jesus, o que é muito preciso enquanto Ele não volta.
O homem fiel gozará de abundantes bênçãos  (Prov. 28.20).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEXTOS POSTADOS

OREMOS UNS PELOS OUTROS PORQUE

OREMOS UNS PELOS OUTROS PORQUE

A RESPOSTA É:

A RESPOSTA É:

DEUS ETERNAMENTE

DEUS ETERNAMENTE

DEPOSITE SUA ESPERANÇA E

DEPOSITE SUA  ESPERANÇA E

AMADOS

AMADOS

DESEJAMOS SEMPRE

DESEJAMOS SEMPRE