ESTE BLOG SERÁ UM CANAL DE EVANGELIZAÇÃO PARA TODOS OS POVOS .

QUE POSSAMOS AJUDAR A QUEM PRECISA COM NOSSAS PALAVRAS DE CONFORTO, DE TESTEMUNHO E DE FÉ. QUE O SENHOR ABENÇOE RICAMANTE CADA UM DE VOCÊS QUE ACESSAR SE TORNAR SEGUIDOR. PAZ DO SENHOR A TODOS!

E POR MIM TAMBÉM!

E POR MIM TAMBÉM!

LEMBRAR SEMPRE!

LEMBRAR SEMPRE!

Ouça o que DEUS quer te dizer!


ALIMENTE-SE COM ESTA PALAVRA

ALIMENTE-SE COM ESTA PALAVRA

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O HOMEM QUE MORREU E RESSUSCITOU
Sempre me levanto cedo para orar. Numa Quarta-feira, senti uma forte tontura todo o lado esquerdo ardia. Sentei-me na cama com dificuldade. Deslizei as pernas pela cama – primeiro uma, depois a outra. O coração disparava intermitentemente. Ajoelhei-me. Orei durante uma hora. A dor aliviou. Levantei-me, fiz a barba, tomei banho e depois de dispensar o café da manhã, voltei para o quarto. Tentei colocar a correspondência em dia. Fui almoçar, mas não conseguindo comer, recolhi-me novamente ao quarto.
Procurei andar um pouco: de cá para lá, de lá para cá. Deitado, sentia-me pior. Abri a porta e sentei na poltrona. Os donos da casa em que me hospedara, com ar preocupado me perguntaram se estava passando mal. Respondi que não era nada: um mal súbito, que logo passaria. Pedi-lhe então que marcassem minha passagem de volta para casa para aquele mesmo dia, pois já cumprira meu compromisso com a igreja local, onde pregara durante toda a semana. Mostrando preocupação, eles se entreolharam e decidiram chamar um médico. A consulta foi marcada às 16:45h. Esperei durante uma hora. Enquanto isso, orava em pensamento. Naquela tarde, na sala daquela bonita residência, realizava-se uma reunião de oração com umas trinta senhoras cheias do Espírito Santo. Elas cantavam, oravam, louvavam a Deus.
Pediram que orassem por mim. Havia entre elas uma profetisa de família israelita, que orou com imposição de mãos. O dono da casa, um homem cheio da graça de Deus, ajoelhou-se e segurou minhas pernas. Chorava e orava ao mesmo tempo. O Senhor usou a jovem profetisa para dizer: "Está tudo sob o controle das Minhas mãos, diz o Senhor". O coração disparava. A dor voltou muito forte. Já não sentia as pernas e os braços. Parecia-me estar morrendo. Faltou-me a visão não conseguia falar. Ouvia apenas o som de línguas estranhas, conforme Atos 2:4, quando algo impressionante aconteceu. Vi sair o ser espiritual do meu corpo. Tinha consciência nítida, plena certeza de que estava vivo. Eles não podiam me ouvir quando falava.
Parecia estar em outra dimensão. No entanto eu os via orando por meu corpo. Foi quando percebi que estava morrendo. Nesse momento fui sugado para uma área muito escura. Não sabia se me encontrava de cabeça para cima ou para baixo. Não tinha ponto de referência. Meu espírito viajava em alta velocidade. Não ouvia ruídos, e a escuridão era total. Lembrei-me do Salmo 23: "Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum porque Tu estás comigo".Esta área era nitidamente desagradável. Sussurrei: "Jesus Cristo, que faço aqui, meu Salvador? Sempre enfatizei que Tu és o caminho, a verdade e a vida. Agora estou neste escuro...". Observei que ao mencionar o nome de Jesus, minha velocidade acelerava. Então o segredo é Jesus. Jesus é o caminho! Pensei. Passava velozmente, até que vi um ponto branco. Não era uma luz branca parecia um tecido de veludo preto com uma rodinha branca pintada.

Quanto mais próximo, maior ela se tornava, até alcançar o diâmetro de aproximadamente 2 metros. Ouvi alguns sussurros e fui sugado para dentro daquele ponto branco, numa velocidade tremenda. Era um lugar de intensa luz, brilho mais fulgurante que a luz do sol. Uma grande alegria, um gozo indizível me inundou o coração.
Ali havia música, aleluias, glórias a Deus e todos os tipos de instrumentos musicais – algo que a mente humana é incapaz de conceber. Depois da viagem pelo túnel, do outro lado encontrei-me com Jesus Cristo. Rodeavam-no muitos anjos, e suas vestes resplandeciam. Senti o Senhor dizer: "Eis tua nova veste. Entra no gozo do teu Senhor". Acheguei-me a Ele, ouvindo os anjos cantarem.
Nesse instante Ele me mostrou muitos grupos de oração. Não me mostrou igrejas, apenas grupos de pessoas orando, cheias do Espírito Santo. E me disse, então, que sua igreja na Terra era sustentada por oração. Enquanto falava, o Senhor volveu o rosto para o outro lado. Olhei também naquela direção, e como se fosse através de um telescópio vi a cena na casa do meu amigo, onde havia morrido.
Observei médicos ao redor do meu corpo. Na sala, as trinta mulheres, insistentes, com suas bíblias nas mãos, afirmavam que criam na Palavra de Deus: diziam estar concordando na Terra, e que Deus, o Pai, concordaria no Céu em que o Pastor João voltasse a viver, para a honra e a glória do nome de Jesus. Logo após elas entravam numa seqüência de louvores a Deus, voltando a interceder tempo falando em português.
O Senhor Jesus virou-se para mim e me disse: "Você voltará por um breve período de tempo. Passará por muitos lugares. Avise aos meus servos que redobrem a mensagem da minha Palavra. Minha volta está muito próxima. Derramarei do meu Espírito sobre toda carne. Diga a todos os pastores e ovelhas que não falem mal de seus irmãos que amem uns aos outros. Se eu vos ensino a amar até os inimigos, quanto mais os irmãos! Há muitos que falam mal do próximo e continuam a falar do poder do meu sangue. Esse poder só opera quando existe amor no coração. Agora você pode voltar".
Respondi que queria ficar ali não tinha desejo de voltar. Mas Ele me ordenou que retornasse. Obedeci e me dirigi à entrada daquele lugar parecido com um túnel. O Senhor Jesus me chamou, ordenando-me que aguardasse. Disse-me que não podia regressar sozinho. Mandou que um anjo me acompanhasse. Este, tomando-me as mãos, sem nada dizer colocou-as no seu cinto. Segurei firme, e iniciei nova viagem. Quando chegamos à outra extremidade, o anjo desembainhou sua brilhante espada, que iluminou o caminho de volta pelo abismo escuro. Que coisa horrenda! Terrível!
Durante a viagem vi milhares de pessoas em prantos e ranger de dentes. Como eram horripilantes aquelas cenas! Creio que esta foi a razão de Jesus não permitir que eu voltasse sozinho. Eram verdadeiras multidões, atormentadas pelo pecado de haverem rejeitado Jesus como Salvador. Chegamos ao local onde se encontrava o corpo. O anjo não falava nada. Quando entramos no quarto, as pessoas ainda oravam. Há trinta minutos meu coração cessara de bater. Havia médicos ao redor. O Senhor ainda falava em profecias: "Tudo está sob meu controle". Quando Ele está no controle, tudo vai bem! Tirei as mãos do cinto do anjo e segui em direção ao corpo inerte.
Então pela primeira vez o anjo me falou: "Não faças isso! Teu cérebro não recebe oxigênio há trinta minutos. Afaste-se". O anjo tirou a espada, golpeou meu corpo no ombro direito e depois no esquerdo e finalmente golpeou minha cabeça. Meu corpo estremeceu, assustando os que estavam à volta. Então ele me disse que já podia entrar, minhas enfermidades tinham sido curadas. O anjo se retirou. Daquele momento em diante voltei a viver normalmente com plena saúde. Hoje, cada novo dia é para mim um milagre de Deus. Glorifico-o por essa extraordinária experiência, e por tudo quanto fez em minha vida!
TESTEMUNHO DO PASTOR JOÃO CARLOS MARQUES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TEXTOS POSTADOS

OREMOS UNS PELOS OUTROS PORQUE

OREMOS UNS PELOS OUTROS PORQUE

A RESPOSTA É:

A RESPOSTA É:

DEUS ETERNAMENTE

DEUS ETERNAMENTE

DEPOSITE SUA ESPERANÇA E

DEPOSITE SUA  ESPERANÇA E

AMADOS

AMADOS

DESEJAMOS SEMPRE

DESEJAMOS SEMPRE